Especialistas no
Desenvolvimento
Infantil

O que fazemos

Na Clínica do Edi, através do brincar, intervimos em crianças que apresentam problemas de Integração Sensorial e que afetam a sua participação nas suas atividades no dia-a-dia, seja em termos da sua regulação, autonomia, interação social ou sucesso escolar. A intervenção é realizada numa sala com equipamentos e materiais desenhados para a aquisição das competências necessárias ao desenvolvimento da criança.

O que fazemos

Na Clínica do Edi, através do brincar, intervimos em crianças que apresentam problemas de Integração Sensorial e que afetam a sua participação nas suas atividades no dia-a-dia, seja em termos da sua regulação, autonomia, interação social ou sucesso escolar. A intervenção é realizada numa sala com equipamentos e materiais desenhados para a aquisição das competências necessárias ao desenvolvimento da criança.

A quem se destina

A Clínica do EDI destina-se a criança dos 0 aos 12 anos com uma disfunção de integração sensorial. A criança pode ter problemas de integração sensorial sem ter nenhuma doença ou incapacidade associada. Contudo, estes problemas surgem frequentemente em crianças com atraso de desenvolvimento global, prematuridade, autismo, hiperatividade e défice de atenção, dificuldades de aprendizagem (escrita/leitura), alterações genéticas, doença mental, ou ainda quando existe risco de atraso de desenvolvimento devido a fatores ambientais.

A quem se destina

A Clínica do EDI destina-se a criança dos 0 aos 12 anos com uma disfunção de integração sensorial. A criança pode ter problemas de integração sensorial sem ter nenhuma doença ou incapacidade associada. Contudo, estes problemas surgem frequentemente em crianças com atraso de desenvolvimento global, prematuridade, autismo, hiperatividade e défice de atenção, dificuldades de aprendizagem (escrita/leitura), alterações genéticas, doença mental, ou ainda quando existe risco de atraso de desenvolvimento devido a fatores ambientais.

O que é integração sensorial

Integração sensorial é o processo pelo qual o cérebro organiza as sensações provenientes do próprio corpo e do ambiente, de modo a que a pessoa consiga responder a cada situação do dia-a-dia de uma forma adaptativa e ajustada às suas necessidades e aos desafios que o meio lhe coloca. Os estímulos dos diferentes sistemas sensoriais (visão, tato, audição, olfato, paladar, proprioceção, vestibular) são recebidos, interpretados, associados e unificados pelo cérebro, através de uma abordagem de intervenção que deve ser realizada por um Terapeuta Ocupacional especializado na área.

O que é a integração sensorial

Integração sensorial é o processo pelo qual o cérebro organiza as sensações provenientes do próprio corpo e do ambiente, de modo a que a pessoa consiga responder a cada situação do dia-a-dia de uma forma adaptativa e ajustada às suas necessidades e aos desafios que o meio lhe coloca. Os estímulos dos diferentes sistemas sensoriais (visão, tato, audição, olfato, paladar, proprioceção, vestibular) são recebidos, interpretados, associados e unificados pelo cérebro, através de uma abordagem de intervenção que deve ser realizada por um Terapeuta Ocupacional especializado na área.

Menu